Inmetro define os procedimentos para verificações subsequentes e inspeções de medidores de umidade de grãos

Medidores de Umidade de Grãos

Inmetro define os procedimentos para verificações subsequentes e inspeções de medidores de umidade de grãos

Através da Norma nº NIE-DIMEL-127, publicada no mês de julho de 2017, a Divisão de Metrologia Legal do Inmetro definiu os procedimentos para verificação e inspeção de medidores de umidade destinados ao uso em compra e vendas de grãos.

São dois métodos permitidos para os procedimentos de verificação e inspeção, sendo:

Método padrão de referência– baseado em ensaios realizados com a secagem total dos grãos em estufa, para a determinação do conteúdo de umidade, que se baseia no aquecimento de uma amostra de massa conhecida, por um período de tempo e temperatura prescritos, definidos em normas especificas, de acordo com cada tipo de grão.

Método padrão secundário – os ensaios no laboratório ou no campo são realizados com a utilização de um instrumento de referência. O instrumento de referência deve ter modelo aprovado, ter valores comparados com os resultados de umidade utilizando o método da estufa, atender aos erros máximos determinados para avaliação de modelo e verificação inicial e devidamente protegido contra quaisquer ajustes (lacrado).

Clique aqui para acessar a Norma nº NIE-DIMEL-127

Texto original: https://www.gehaka.com.br/novidades/noticias/inmetro-define-os-procedimentos-para-verificacoes-subsequentes-e-inspecoes-de-medidores-de-umidade-de-graos

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *